segunda-feira, 21 de março de 2016

À procura do equilíbrio


Gostava de vos dizer que encontrei o sentido da vida, ou que tenho a resposta para todos os problemas, ou que sou perfeita... Mas estou bem longe disso tudo.

Se há uma coisa que aprendi foi que ando sempre à procura de um equilíbrio em tudo o que faço e até no que sou. Acho que todos procuramos o mesmo, no entanto, o que às vezes é difícil de perceber é que o nosso equilíbrio é diferente do das outras pessoas. Temos tendência a compararmo-nos com os outros e muitas das vezes comparamos a nossa pior fase lunar com a fase solar mais radiante dos outros e sentimo-nos mal.


  • Se por um lado tenho vontade de estar com os meus e rir até me doer a barriga, por outro gosto de estar no meu canto sossegada. 
  • Se por um lado gosto de pôr em prática muitos projectos e tarefas, por outro gosto de estar sentada no sofá a ver filmes e as minhas séries preferidas. 
  • Se por um lado gosto de ter a casa limpa, por outro não gosto de a andar sempre a limpar. 
  • Se por um lado gosto de me arranjar e maquilhar e andar de saltos altos, por outro gosto de andar de ténis e roupa de treinar e sem nada na cara a não ser creme hidratante. 
  • Se por um lado me sinto adulta e confiante, às vezes sinto-me uma criança assustada com medo. 
  • Se por um lado faço o melhor que posso e sei para ser uma boa mãe, por outro ando a lutar com as minhas próprias inseguranças e incertezas.

Nem mesmo posso colar rótulos em mim e dizer-vos que sou vegetariana, ou sigo a dieta do paleolítico, embora incorpore tudo isto para ter uma alimentação mais saudável. E às vezes só me apetece comer bolos e sobremesas e tudo o que tenha açúcar.

Por tudo isto e mais, podem ver que não encontrei o sentido da vida, nem tenho respostas para todos os problemas, nem sou perfeita...

Mas decidi partilhar o meu caminho nesta procura, os meus hábitos para viver uma vida mais completa de corpo, mente e alma.

8 comentários:

  1. Maninha, somos tããããão parecidas! Tirando os saltos altos, pronto... Belo começo! Muita força! Adoro-te!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é... Afinal sem saber, parece que ainda tenho muito que dizer.
      Obrigada pela força, bem preciso (estive várias vezes para desistir antes de começar).
      Adoro-te de volta!

      Eliminar
    2. Parabéns prima. Força aí... Venham as idéias... :)
      Beijinhos

      Eliminar
    3. Obrigada pela força prima.
      Beijinhos com saudades

      Eliminar
  2. Olá Prima!
    Gostei do que li e estou pronta a segui-te! :)
    Parece que estás bem encaminhada... :)
    beijinhos do Norte
    Xana

    ResponderEliminar
  3. Obrigada prima!
    Que saudades do Norte.
    Beijinhos daqui mais a Sul.

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito Carla! Espero que continues motivada para dar seguimento a isto, tens um jeito natural. :-) Conta comigo para espalhar a palavra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Rute.
      E um obrigada especial pela revisão, o jeito natural não inclui a pontuação :)

      Eliminar