quinta-feira, 21 de abril de 2016

Como faço o meu caldo verde sem batata





Quando alterei a minha alimentação, os três primeiros meses foram os mais restritivos, como vos disse aqui. Não podia comer batatas, pois têm muito amido e consequentemente um elevado índice glicémico. O que se revelou no início como uma dificuldade, tornou-se uma descoberta. Alterei algumas receitas e até aprendi a gostar de nabo cozido, coisa que era impensável para mim há uns anos atrás.

Eu gosto muito de caldo verde, é uma sopa tipicamente portuguesa, acho que é muito reconfortante e uma boa maneira de comer mais hortaliças. Então, nas minhas experiências culinárias, substitui a batata pela courgette e o resultado é muito bom... tão bom que agora que já posso comer batatas, continuo a preferir o caldo verde com courgette. Fica mais leve. Quando como caldo verde fora de casa já me parece estranho, muito farinhento.
Eu não como chouriço, mas quem puder e quiser é só adicionar.

Assim decidi partilhar convosco a minha receita de caldo verde, mas antes vejam os benefícios das courgettes e das couves.


Benefícios das courgettes

 

  • Ricas em pró-vitamina A
  • Fonte de vitamina C e ácido fólico
  • Boa fonte de betacaroteno
  • São ligeiramente diuréticas e laxantes
  • Têm acção anti-cancerígena



Benefícios das couves 


  • Revitalizam e reequilibram o sistema nervoso
  • Desinfectam e purificam o sangue
  • Podem ajudar a aliviar úlceras gástricas
  • Boa fonte de vitamina C
  • São boas para os diabéticos visto que têm poucos hidratos de carbono e são ricas em vitaminas e oligoelementos
  • Ajudam no tratamento das vias respiratórias
  • Estimulam o organismo visto serem ricas em arsénico, que funciona como tónico
  • Estimulam a produção de anticorpos, tornando o sistema imunitário mais eficiente
  • Têm acção anti-cancerígena


Receita de caldo verde sem batata

 

Porções: 6 pessoas

Dificuldade: Fácil

Ingredientes:

  • 2 courgettes médias
  • 1 cebola grande
  • 3 dentes de alho
  • 200 g de couve cortada para caldo verde (pode ser couve portuguesa, galega...)
  • 1 litro de água
  • Sal qb
  • Pimenta qb
  • Azeite
  • Rodelas de chouriço (opcional)


Versão Bimby

 

Preparação:

  1. Colocar no copo as courgettes e a cebola cortadas em pedaços, os alhos, a água e o sal. Colocar a Varoma por cima com a couve e programar 30 min/Varoma/vel. 1
  2. Quando terminar o tempo verificar se as couves estão cozidas (se não estiverem, programar mais alguns minutos à mesma velocidade e temperatura)
  3. Retirar a Varoma, adicionar o azeite e a pimenta, colocar o copo de medida por cima da tampa e programar 1 min/aumentar gradualmente a velocidade até à vel. 7. Rectificar os temperos e se estiver muito espesso, adicionar mais água
  4. Retirar o líquido para as tigelas e adicionar as couves e o chouriço


Versão Tradicional

 

Preparação:

  1. Colocar na panela as courgettes e a cebola cortadas em pedaços, os alhos, a água e o sal. Cozer em lume médio até estar tudo cozido.
  2. Adicionar o azeite e a pimenta.
  3. Passar a sopa com a varinha. Rectificar os temperos e se estiver muito espesso, adicionar mais água.
  4. Adicionar as couves e o chouriço e deixar cozer, mexendo ocasionalmente
  5. Quando as couves estiverem cozidas, retirar para as tigelas.

Fontes:
Dracea A (1999) Coma e cure-se. Bodywell Lda, Estoril. 395 pp.
Sanders T et al.  (1997) Alimentos bons, alimentos perigosos. Selecções do Reader's Digest, Lisboa.400pp.


4 comentários:

  1. Já fiz e devorei. Fica muito bom e parece caldo verde normal. Eu tb deixei de usar batatas nas sopas e ficam mais leves e saborosas. Foi um bom hábito que pegou cá em casa e a Rute adora. ��
    João

    ResponderEliminar
  2. É muito boa! O João disse como fazias e ficou muito boa mesmo. xP
    Da última vez que fiz, usei chouriço mas também já experimentei um de soja... a ver se fica bem aqui no caldinho! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois o chouriço não posso comer, mas quem pode é de aproveitar.

      Eliminar