segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Escrever um diário







O hábito que vou praticar em Outubro é escrever um diário.

Para muitos um diário é coisa de adolescentes que escrevem sobre aquele miúdo muito giro lá da escola. No entanto, nos Estados Unidos existe um verdadeiro culto de escrever um diário, journaling como eles lhe chamam.

Podem escrever-se diários de várias coisas como gratidão, viagens, sentimentos, crescimento dos filhos. As hipóteses são infindáveis.

Durante a minha vida fui escrevendo aleatoriamente aqui e ali, tive alguns diários quando era adolescente (lá está) e escrevia sobretudo sobre o que sentia e pensava sobre determinadas coisas. Já em adulta, escrevia quando precisava de desabafar e tenho esses desabafos dispersos no meio das minhas agendas.



Porquê agora?


Há poucos dias, quando fui levar o André ao primeiro dia de aulas, passei o dia todo com um nó na garganta a pensar "Como é que ainda ontem o fui levar ao 1º dia do Jardim de Infância e hoje já vai para o 1º dia do 4º ano?". Andei ali uns dias com um aperto no peito.

Sinto o tempo a escorregar-me por entre os dedos e o diário é uma forma de registar os meus dias, de sentir que estou realmente a viver e não que a vida está a passar por mim em fast forward. É uma forma de pegar em pequenos momentos e torná-los imortais, como uma fotografia.



Porquê manter um diário?


  • Permite pegar em pensamentos confusos e destilá-los em linguagem precisa

Quando temos uma conversa sobre um assunto qualquer, temos de encontrar uma linguagem específica para os nossos pensamentos.

Quanto mais escrevermos no diário, maior precisão de pensamento construímos. O que vai trazer alguma clareza para a nossa vida. Com maior clareza, podemos fazer novas escolhas necessárias para criar novas mudanças.


  • Permite ter um lugar para processar emoções não resolvidas
Existem muitas pessoas que têm uma grande quantidade de raiva não resolvida dentro de si, bem como muita bagagem emocional latente. Estas emoções não resolvidas afectam as nossas escolhas diárias, mesmo que não estejamos conscientes disso.

Muitas pessoas actuam de modo exageradamente agressivo ou doloroso, culpando outra pessoa, em vez de assumirem responsabilidade pessoal e investigarem as razões profundas do motivo que as leva a ter esse comportamento.

Ao escrever no diário, permite-nos processar a nossa raiva não resolvida, tristeza ou mágoa que podemos estar a guardar dentro de nós. Isto vai libertar-nos e permite-nos fazer escolhas melhores, seja a nível pessoal ou profissional. Além de aumentar a nossa criatividade, porque deixamos de estar presos ao sofrimento.


  • Permite registar os nossos sonhos

Os sonhos criam esperança. Quanto mais íntimos formos dos nossos sonhos e desejos, maior inspiração podemos trazer para os nossos dias. Vamos ter mais energia positiva que irá criar uma experiência de vida mais enriquecedora.


  • Permite aprofundar o nosso entendimento

A simples acção de escrever algo permite uma integração efectiva na aprendizagem, ou seja, quando escrevemos temos maior facilidade em apreender. 

Ao escrever no diário aprendemos com os nossos dias e a nossa vida.


  • Aprofunda o nosso compromisso

Ao escrevermos aprofundamos a nossa resolução de fazer acontecer.

Exemplo: Se tirarmos 15 minutos para escrever o dia que queremos criar e as escolhas que estamos dedicados a fazer de modo a criar um dia excelente, vai permitir sermos mais proactivos em vez de reactivos no nosso dia.


  • Permite registar o nosso progresso diário

Ao registarmos os nossos pequenos progressos naquele dia, liberta dopamina no cérebro, que é uma fonte de motivação. O resultado é sentirmo-nos mais felizes, mais fortes e inspirados.


  • Permite registar as nossas inspirações diárias

Cada dia é único e uma oportunidade de aprender mais. Quando não registamos, não aprofundamos a aprendizagem.

Ao registarmos o que aprendemos, aumentamos a nossa consciência sobre determinado assunto.


  • Permite registar a nossa gratidão diária
Esta é uma das partes mais importantes. Em vez de nos focarmos nas coisinhas irritantes (trânsito, má-educação...), focamo-nos naquilo que temos a agradecer. Tudo se transforma em benção e milagre. Experimentem que funciona.




Como vou praticar?

A partir de 1 de Outubro vou tentar escrever todos os dias no meu diário. Vou começar de modo gradual e o ponto de partida é a gratidão diária.




Conto com a vossa companhia?



Fontes:

Sharma R. Why keep a journal? Disponível em: <http://www.robinsharma.com/product-samples/pdf/The-Mastery-Manual-eBook-Sample.pdf>. Acesso em: 24/09/2016

Sharma R. How to keep a journal. Disponível em: <http://www.robinsharma.com/blog/05/how-to-keep-a-journal/>. Acesso em: 24/09/2016

 


4 comentários:

  1. Mmmmm... não sei... tenho receio que o meu acabe por ser tipo "fado da coitadinha incompreendida e enjeitada"... Vais escrever o diário num caderno à parte ou integrá-lo no teu caderno de sempre?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não experimentares, nunca vais saber :) Eu vou comprar um caderno à parte da agenda, porque tenho alguns planos que quero concretizar. Vou mostrar tudo, durante este mês.

      Eliminar
  2. Estou a adorar ler este blog :) muitos parabéns!
    Beijinhos

    ResponderEliminar