sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Passo #1: Quais são as áreas da tua vida?




Não adianta de nada pôr-me a definir objectivos à toa, sem primeiro definir as áreas da minha vida. Depois de reflectir algum tempo sobre isto, até nem são poucas.
Peguei no meu diário e coloquei todas as áreas de que me lembrei e sem nenhuma ordem de prioridade.

  • Saúde: alimentação, exercício, hábitos de sono, saúde em geral
  • Finanças: rendimentos, poupanças, estabilidade financeira, investimentos, orçamento doméstico
  • Propósito: voluntariado, cuidar
  • Amor: relação amorosa, paixão
  • Família e amigos: família alargada, amigos do peito
  • Hobbies e vida social: tempos livres, entretenimento
  • Relação comigo própria: bem-estar físico e emocional, autoconfiança, tempo para mim e para me mimar
  • Espiritualidade: os meus valores, o que acredito, a minha ligação com o Universo
  • Casa: gestão da casa, decoração, limpezas, manutenção
  • Maternidade: actividades com o André, valores que lhe quero transmitir
  • Empresa: negócio

Podem acrescentar ou retirar áreas, o que importa é que no fim sintam que todos os aspectos da vossa vida têm um lugar definido. Peguem no vosso diário, ou numa folha de papel e escrevam todas as áreas.



O que elas representam para ti?


Depois das áreas definidas, peguei em cada uma e escrevi o que essa área representa para mim e o que quero fazer. Por exemplo, a área de saúde é muito importante para mim devido a algumas complicações que tive no passado, por isso o meu lema é prevenir e ser saudável. Escrevi coisas que quero continuar a fazer, como ter um estilo de vida saudável contemplando a alimentação, o exercício e hábitos de sono e acrescentei algumas coisas que quero experimentar, como yoga.

Ainda não estou a definir objectivos claros, apenas a reflectir sobre o que quero fazer em cada área, uma espécie de brainstorming.


O passo #2 vai ser definir a prioridade que cada área tem na minha vida.



E vocês, têm várias áreas na vossa vida, ou agrupam tudo?


2 comentários:

  1. Afinal a minha vida não é só casa-trabalho! Parecia um T2 e afinal vai-me sair um Tmuito...

    ResponderEliminar
  2. eh eh eh! É engraçado, não é, quando reflectimos sobre as coisas. Eu também fiquei muito admirada com todas estas áreas. Não admira que não conseguisse fazer tudo :)

    ResponderEliminar